Pitada Psicológica Rute Gabriel

Mentalidade de Escassez: A principal razão porque somos “Pobres”

Será que a pobreza que está de facto a avassalar o país é aquela em que custa pagar as contas?

 

Não.

 

A pobreza que muitos sofrem, e talvez até tu, não é material, e é muito mais grave do que não ter dinheiro. É um vírus que te mantém na tua miséria: a mentalidade de escassez.

Quando nos focamos tanto no que não temos, que nos esquecemos de apreciar e utilizar o que já temos.

 

Já identificaste esta mentalidade em alguém?

 

A mensagem que tenho para ti hoje não podia ser transmitida em mero texto.

É um aviso, um desabafo, e uma partilha de uma experiência pessoal que me fez aperceber que todos podemos cair vitimas deste virus mental.

Somos muito mais ricos do que pensamos.

Há que apreciar e ser gratos pelo que temos, só assim podemos gerar a abundância que queremos para o nosso dia-a-dia.

Só assim nos podemos considerar ricos mesmo sem dinheiro na carteira.

Só assim nos podemos Libertar da identidade falsa que é criada à nossa volta: que somos pobres e o dinheiro é o que DEFINE o teu potencial.

 

Riqueza e abundância começam com a mentalidade certa.

Para isso é necessário tomar o medicamento para matar o vírus da Escassez.

 

Uma pessoa infectada pelo virus da Escassez

  • Critica
  • Acha-se que “tem direito” a isto e aquilo (mas faz pouco)
  • Guarda rancor
  • Recebe todo o crédito pelos seus sucessos
  • Culpa os outros pelos seus fracassos
  • Dizem que mantêm um diário mas não o fazem
  • Vêm TV todos os dias mas não leêm todos os dias
  • Pensam que já sabem tudo
  • Receiam mudanças
  • Falam das outras pessoas
  • Não partilham informação ou conhecimento
  • Exudam raiva e frustração
  • Nunca estabelecem objetivos
  • Secretamente esperam que os outros falhem
  • Sentem-se mal pelo sucesso dos outros
  • Operam numa perspectiva transacional

 

Uma pessoa que se quer curar da mentalidade de Escassez

  • Elogia
  • Desenvolve um senso de gratidão por tudo
  • Perdoa os outros
  • Partilham o crédito pelos seus sucesso com outros
  • Responsabilizam-se pelos seus fracassos
  • Escrevem num diário assiduamente
  • Lêem diariamente
  • Continuamente abertos a novas aprendizagens
  • Abraçam a mudança e a inovação
  • Falam de ideias, não de pessoas
  • Partilham informação e conhecimento
  • Exudam alegria
  • Estabelecem objetivos
  • Desejam sucesso aos outros
  • Sentem-se bem em ver outras pessoas atingir sucesso
  • Criam listas de “a fazer”
  • Mantém uma lista de “a ser”
  • Operam numa perspectiva transformacional

 

Com quais pontos te identificas mais? O que vais mudar para te curares da mentalidade de escassez?

 

 

Comenta – Partilha – Subscreve

Rute Gabriel

mentalidade de escassez comenta

 

4 Comments

  1. Muito fixe, Rute! Como te compreendo! A Escassez é mesmo uma epidemia! Está nas nossas mãos, mas principalmente na nossa mente, Mudar!
    Parabéns pelo video!
    Abraço

  2. É preciso ser uma pessoa especial para ver o que ainda não é visível, ver o resultado antes de ele aparecer. Quando olhares para ti e vires um pinhão, podes ver um pinhão ou ver, não somente o pinheiro que dali vai crescer, mas as florestas de pinheiros e os barcos e as casas e as mobílias feitas com as madeiras desses pinheiros. Tudo no pinhão.
    Nunca deixes que te digam que “só tens um pinhão”, mas aprecia o facto de já teres um pinhão e com ele todo o potencial que dele quiseres retirar.
    Super-artigo este, Rute. Super Bad Ass!

    1. Olhamos para um bebé e uma das coisas que mais nos fascina e porque o achamos tão precioso é porque o potencial daquele bebé é INFINITO. Ele pode vir a ser qualquer coisa, seja o que for, transformar-se no que quiser. Isso não muda com o tempo, nós é que nos esquecemos que já fomos essa semente e temos a capacidade de nos transformar se não gostamos no que nos tornámos. Obrigado pelo comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ao publicar um comentário neste site, está a aceitar os termos de privacidade deste site Política de Privacidade e da forma como os seus dados são armazenados e geridos.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.