Como Partilhar o Valor que Tens e que o Mundo Precisa (em 9 Dicas Simples)

Existem imensos projetos e comunidades de sustentabilidade, start-ups, e empreendedores sociais, ambientais, permacultores, artesãos e artistas com imenso conhecimento, competências e valor que merecem ser vistos e ouvidos. Não só merecem como precisam do máximo de exposição possível para a continuação sustentável de todas estas profissões e projetos apaixonantes e positivos.

A verdade é que cada pessoa, incluindo tu, independentemente da sua área, ou se tem uma plataforma online ou não, tem MUITO valor. Uma coleção de conhecimento, experiências, aspirações, sonhos, e perspectivas que podem enriquecer as vidas de outras pessoas, da comunidade, e da sociedade. Basta ter uma voz para nos fazermos ouvir. E na revolução da informação que este milénio trouxe, a nossa voz pode atingir a outra ponta do planeta com um simples clicar do computador ou telemóvel.

Quando começámos este blog, deparávamo-nos constantemente com estas duas questões:

  • Que conteúdo tenho eu que valha a pena publicar e partilhar?
  • Como passar esse conteúdo lá para fora?

Aqui vão 9 dicas simples para melhorar a qualidade das tuas publicações, para que saibas sempre o que publicar, E AINDA 3 dicas extra no final! Confere.

Estas dicas são uma pequena compilação baseado no que temos aprendido na nossa comunidade online Tribo, onde temos aprendido marketing de conteúdo aplicável a qualquer projeto, a espalhar a mensagem e os projetos de cada um, e a transformar a nossa paixão na nossa profissão de forma sustentável – aqui podes explorar a nossa Tribo e fazer parte deste movimento e comunidade de formação a apoio.

 

1 – ESTUDA O QUE TE APAIXONA. DEPOIS PARTILHA O QUE APRENDESTE

Aprende. Faz. Ensina. Repete.

Ao usares um pouco do teu tempo para leres o conteúdo de diversos blogs, videos e livros, deixa-te inspirar pela mensagem que passam e aprendes com o valor que te dão. Usa esse tempo para limpares a tua cabeça e para absorveres material de qualidade.

Nunca ouviste dizer que por norma quem lê livros escreve melhor do que quem não lê?

Não é porque são mais inteligentes que tu. É apenas porque a tua fluência de ideias fica mais organizada quando tens uma métrica mental estabelecida.

É divertido e útil. Assim, estás sempre a expandir na tua área e essa aprendizagem está também a expandir a tua voz, mensagem e audiência. Estás a disponibilizar informação que tu achaste útil para ti e que pode resolver problemas a outras pessoas. Só com este simples passo já estás a fazer uma grande diferença: estamos, afinal de contas, na era do “opensource” e da revolução da informação. E saber é poder. Por isso multiplica esse poder com cada nova publicação.

 

2 – FAZ PERGUNTAS!

Ao fazeres perguntas a outras pessoas, começas a criar uma comunidade de pessoas com uma amálgama de conhecimento, e a criar um ambiente de cooperação.

Ao fazeres perguntas à tua audiência – através das redes sociais, com questionários, ou no final de um artigo ou video, etc – vais criar uma onda dinâmica dentro do teu blog/plataforma online, e com isso, naturalmente vão começar a chover comentários, feedback e opiniões que te vão ajudar a entender qual é o conteúdo que os teus leitores gostam mais, e que problemas têm que tu podes resolver. Isso vai impulsionar o teu ranking e ao mesmo tempo vais ter ideias novas e claras na tua cabeça para mais publicações.

 

 

3 – ENTREVISTA ALGUÉM

O teu blog ou plataforma online tem um nicho. Atrais pessoas que gostam do que tu publicas, mas mais que tudo, da MANEIRA como tu escreves. A tua linguagem vai atrair pessoas que usam as mesmas expressões que tu e as mesmas palavras que tu.

Além do mais, pessoas em geral gostam de ser convidadas para dar entrevistas, principalmente se seguires uma ética de lhes dar crédito no teu blog. O Ser Humano é opinativo e adora sentir-se ouvido e compreendido.

Eu pessoalmente gosto de dar crédito ao autor da página/blog/etc, porque:

  • Primeiro que tudo, é ético (o Ser Humano também adora ser reconhecido e valorizado…e não há nada de errado nisso);

  • Segundo, e mais uma vez, aumenta o teu ranking na internet, o que torna o teu conteúdo mais fácil de encontrar na Net.

  • Terceiro, mostra aos teus leitores que não és egoísta e gostas de partilhar e ajudar outras pessoas, e que trabalhas num espírito de cooperação e comunidade.


4 – ESCREVE UM ARTIGO PARA OUTRA PESSOA

Ao conectares-te com outros sites e blogs na internet provavelmente vais ser convidado a escrever um artigo para outro blog, ou até seres entrevistado se o teu conteúdo for relevante para a pessoa em questão (contacta-me se estiveres interessado).

Ao seres convidado para colaborar em conteúdo, estás a ligar os teus seguidores ao blog em questão e o teu blog irá ser referênciado e bem falado por parte de outro blogger. Ambos trabalham em comunidade para o beneficio de todos os envolvidos – tu, o outro, e as audiências de ambos.

Não existe melhor exposição que o de “passa-a-palavra”.

Quando confias em alguém, confias no que ele te diz. Se ele te recomendar um artigo, provavelmente vais acabar por lê-lo, certo? Nem que seja apenas por curiosidade.

 

 

5 – PARTILHA AS TUAS VITÓRIAS E AS TUAS “DERROTAS”.

Durante o teu caminho, vais provavelmente ter momentos de fracasso, momentos de vitória e momentos de superação.

Não há nada mais atraente e assegurador que a experiência.

Não passes o artigo todo a falar de ti, nem te gabes constantemente. Ilustra passo-a-passo como fizeste algo que te deu muito bom resultado e partilha as lições que aprendeste durante este processo – especialmente o que NÃO fazer. Aprender com os nossos “fracassos”, e ter a humildade e a honestidade de partilhar esse “fracasso” para que outros possam fazer melhor, não só revela o teu compromisso de partilhar soluções e fazer a diferença, como revela a tua força de caráter e compromisso pelo que fazes.

Faz com que outros não cometam os mesmo erros que tu. Este tipo de informação é provavelmente uma das mais procuradas. Afinal de contas, ninguém quer falhar se o caminho já estiver aberto para evoluires.

 

 

6 – RECICLA ARTIGOS ANTIGOS

Todas as pessoas sentem nostalgia. Ao voltares a publicar um artigo de quando iniciaste o teu blog, projeto, comunidade, etc, vais mostrar às pessoas que toda a gente começa do zero e que toda a gente aprende e evolui. Podes simplesmente voltar a partilhar o artigo mais velho para mostrar a tua evolução “antes vs agora”, como podes reciclá-lo.

Talvez as tuas ideias já tenham mudado. Talvez seja um artigo que precise de ter a sua informação actualizada. Re-escrever, editar, reciclar conteúdo mais velho revela cuidado da tua parte em partilhar a melhor qualidade possível de informação às pessoas – e poupa-te trabalho quando não tens tanto tempo para escrever artigos de raíz mas queres ser consistente nas tuas publicações – ou quando fores passear para a floresta e não tens wifi 😉

 

 

7 – USA PERSONAGENS RECONHECÍVEIS E TÍTULOS INTRIGANTES

Ao juntares o teu tema do artigo a nomes e personagens reconhecíveis pela maioria, a resistência à tua mensagem será menor, a curiosidade aumenta, e as pessoas vão divertir-se mais a ler o teu artigo.

Estás a usar um tema e uma ideia que já está formada na cabeça das pessoas para explicares uma ideia completamente diferente.

  • Por exemplo: “Como uma Galinha me Ensinou a ser um Melhor Humano” ou “O que o Batman me mostrou como Blogar”

Vez, funciona certo?

 

 

8 – PROCURA TER EXPERIÊNCIAS NOVAS

Durante a tua vida pessoal tens de certeza momentos altos. Isso é óptimo, cria carácter e permite que a tua criatividade flua sem resistência.

Ao estares aberto a novas experiências vais ser inspirado a falar de coisas diferentes e interessantes, que podes partilhar com a tua audiência. Tambem ajuda imenso criar relações com futuros colaboradores, entrevistadores e entrevistados, partilha de informação, etc. 

 

 

9 – DÁ A TUA OPINIÃO – FAZ UM “REVIEW”

Escolhe uma companhia, projeto, produto, serviço ou website e faz uma revisão da tua experiência.

 

A minha métrica pessoal nestes casos passa por desenvolver:

  • O que estão a fazer bem?
  • O que podiam melhorar?
  • Pontos altos e coisas a ter em conta.
  • Que necessidades satisfez (ou não satisfez), e como a audiência pode contactar/adquirir o produto/serviço/projeto que estás a expôr.

Ao seguir esta métrica consigo passar conteúdo valioso para a minha audiência e se for uma boa revisão, as tuas publicações ganham boa reputação e assim mais pessoas irão confiar no que partilhas, porque estás a falar baseado na realidade da tua experiência pessoal. Nunca assumas a tua opinião como sendo verdade absoluta.

 

 

Como te prometi no ínicio deste artigo, vou dar-te 3 dicas extra porque acho que se leste este artigo até ao fim, mostra que estás 100% comprometido contigo mesmo e na tua expansão e eu quero ajudar-te ao máximo. Aqui vão as 3 últimas dicas extra.

 

1 – Ajuda o Teu Cérebro a Reiniciar.

Encontra a tua fonte de energia.

Para algumas pessoas é andar a pé, para outras é correr, ou ler, meditar, ir ao cinema.

Para mim o que resulta é pegar numa folha de papel em branco e numa caneta, e escrever todas as palavras que venham à cabeça…mesmo que não façam sentido, escrevo tudo até ter a cabeça limpa. Após esse exercício, vou dar uma volta a pé para absorver os ares da montanha aqui onde moro em Portugal.

Descobre qual é o teu gatilho pessoal. Acredita que faz uma diferença gigantesca e vais colher benefícios em vários outros aspectos da tua vida.

 

 

2 – Conta uma História Pessoal

Ao contares uma história pessoal, estás a partilhar a tua experiência com os teus leitores e essa é a melhor maneira de te conectares por escrita com alguém.

As pessoas ao ler as tuas histórias identificam-se com elas e aceitam melhor a informação que estão a ler. Torna-se numa maneira bastante pessoal de escrever para alguém e a audiência adora isso.

 

 

3 – Transforma a tua Paixão na tua Profissão

Hoje em dia, existem cada vez mais pessoas a gostarem da ideia de ter um blog para partilhar as suas opiniões, mas os blogs são usados para 1001 propósitos.

Para nós, foi graças a ele que pudémos começar uma actividade completamente nova – a área das sustentabilidades – sem ter de fazer investimentos insustentáveis apenas para começar.

Vemos muitas pessoas cujo trabalho que lhes dá dinheiro é a razão porque não fazem o que querem realmente fazer. Porque a sua paixão não lhes rende dinheiro, portanto sentem que precisam de sacrificar o seu sonho pela sua sobrevivência.

E vemos muitas pessoas na área das sustentabilidades que estão a dar tudo por tudo para fazer a diferença, mas que precisam de mais exposição e mais rendimento para melhorar ou até tornar os projetos sustentáveis e rentáveis para que possam expandir e tocar a vida de mais pessoas.

É muito gratificante ter uma profissão que gosto e de ter um modelo que me permite expandir, ter uma vida de abundância e ajudar pessoas a fazer o mesmo com a comunidade de formação e cooperação da Tribo – e acreditamos que toda a gente merece essa oportunidade de transformar a sua paixão na sua profissão.

 

Ter um blog, escrever artigos, fazer videos, publicar nas redes sociais conteúdo de valor é um passo simples mas, na minha experiência pessoal, muito importante para ir nessa direção.

 

Qual é a próxima coisa que vais partilhar com as pessoas?

Podes começar por partilhar o teu valor único nos comentários, e partilhar este artigo com quem possa achar interessante 😉

 

Obrigado pela partilha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Facebook
YouTube
YouTube
Instagram
RSS
Google+
http://www.liberta-te.com/rute-gabriel-2/9-maneiras-faceis-de-criar-conteudo-de-valor">