Como usar Recursos e Agarrar as Oportunidades tirando o Foco no Problema

Por vezes, mesmo quando temos tudo o que é preciso para conseguirmos fazer o que precisamos, ou cumprir os nossos objetivos, as coisas não correm como esperamos.

 

Estava a pedir direção e conselhos ao meu mentor, e pai badass, Rui Gabriel, acerca do nosso blog e dos próximos passos a dar para optimizar a realização da nossa visão de sustenabilidade a todos os níveis para todos.
Depois de algum tempo a tentar manter a ligação, entre Google Hangout e Skype, lá conseguimos retomar a chamada.
Depois dos percalços técnicos, ouvi o meu pai a rir-se do lado de lá.
“Vê bem, gastei imenso dinheiro numa câmera profissional, com a melhor qualidade do mercado, com comando à distância e ligação direta ao computador para fazer os meus videos para o blog e dar as formações à Tribo, e agora não consigo por aquilo a funcionar.
Estou a fazer esta chamada contigo com uma webcam que tava aí esquecida numa caixa, deve ter bem uns 20 anos.”

 

 

Por vezes é preciso um momento em que tudo parece correr mal para nos lembrarmos que temos um recurso que nos pode ajudar a resolver o nosso dilema: muitas vezes um recurso que nem te lembravas que tinhas.

Como o meu pai que nem se lembrava que ainda tinha aquela webcam…

E tenho a certeza que ele nunca pensou que essa webcamzinha velha e desatualizada o fosse socorrer quando a sua camera toda sofisticada lhe falhou.

 

A verdade é que não interessa que tipo de recursos tens. O que interessa é usar todos os recursos que tens ao teu dispor para atingires o teu objetivo.

A camera do meu pai, por toda a qualidade e tecnologia que tinha, de pouco lhe serviu naquele momento em que não podia usá-la.

A webcam de 20 anos, um recurso que muitos considerariam lixo, acabou por se transformar num recurso importante para ele atingir o seu objetivo: ajudar a filhota e matar um pouco de saudades.

Qualquer elemento, desde um site na Internet ou um simples blog de nada te servirão para avançar o teu projeto se não utilizares esses recursos. É como teres a bicicleta a ganhar pó no canto e dizeres que não consegues perder peso.

Em permacultura falamos de vários princípios que nos ajudam a comandar o barco (o nosso projeto) na direção prática e ética que queremos ir. E nós acreditamos que esses princípios podem e DEVEM ser aplicados noutras áreas, até num blog, numa loja, na nossa vida pessoal, ou qualquer outro projeto.

Em permacultura queremos usar todos os recursos ao nosso dispor com criatividade para “resolver os problemas” – lixo, afinal, é só falta de imaginação. E nenhum projeto precisa de lixo. Mas todos temos recursos que nem pensamos que podemos usar a nosso favor.

 

É muito possivel que estejas a bloquear-te perante os teus problemas porque os recursos que pensas serem necessários, como uma boa camera, não estão ao teu dispor imediatamente.

Mas como podes ver, se não te deixares limitar pelos teus recursos (ou falta deles), os teus percalços servem como excelentes lembretes que podes ter recursos esquecidos que podes aplicar para ultrapassar o desafio e cumprir o teu objetivo.

Eu queria muito ser independente, despedir o meu patrão, desenvolver o meu próprio projeto, viajar, e controlar a minha vida na direção que eu quisesse.
Depois de termos começado o Liberta-te.com,e ver o potencial real deste projeto, fiquei com medo que não conseguisse gerar o dinheiro para investir neste projeto para que este crescesse, mas a verdade é que, quando comecei a recorrer aos meus recursos, conseguimos fazer o projeto crescer e evoluir sem que o dinheiro ditasse o nosso progresso.
Estávamos livres. Dinheiro não é tudo, e tivémos de NÃO o ter para aprendermos a ser criativos e apercebermos de outros recursos que podemos usar para evoluir. Muitas vezes não vemos esses recursos ao nosso dispor porque ficamos bloqueados perante a falta de outro. Esquecemo-nos do que temos porque focamo-nos demasiado no que não temos.
Se eu tivesse parado perante o meu problema em vez de ter ido à procura das soluções, provavelmente não estarias a ler este artigo, o blog Liberta-te.com não existiria, e eu estaria provavelmente presa no estilo de vida de emigrante que eu não queria ter.
 
O que eu aprendi com isso foi que
 

Se é realmente importante para ti, vais encontrar a solução.

Se não for, vais encontrar desculpas.

 

 

Momentos de crise e dificuldade são excelentes para nos pôr a pensar em alternativas: outros percursos para chegar ao mesmo destino.

Mas a pessoa que pára em vez de procurar alternativas nunca se vai aperceber da quantidade de recursos de que REALMENTE dispõe. Porque não foi procurar dentro de alguma “caixa esquecida” algo que lhe fosse ajudar a resolver o problema.

 

Que oportunidades é que podes ter deixado passar e o que vais fazer para as agarrar hoje?

5 Comments

  1. Há sempre recursos para tudo o que precisamos. Podemos ter de ser corajosos, humildes, esquecer o ego, pedir ajuda ou tomar decisões que preferiríamos não tomar mas… há sempre soluções à espera que as apanhemos. Adorei o artigo e a lição. Obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ao publicar um comentário neste site, está a aceitar os termos de privacidade deste site Política de Privacidade e da forma como os seus dados são armazenados e geridos.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.